Resenha: A Babá dos Meus Filhos - Mila Maia #AmorBibliográfico


Título do livro: A Babá dos Meus Filhos
Autor(a): Mila Maia
Editora: Independente
Número de páginas: 191
Sinopse: Tudo o que Mayara queria na vida era ser mãe.
Mas quando descobriu que não poderia, ela ficou devastada, já que além de ter tirado a vida dos seus pais, o acidente que sofreu a impossibilitou de gerar outra vida. Após meses de recuperação, ela começou a dar aulas em uma ONG, mas para fazer a vontade de sua avó, aceitou o emprego como babá de duas crianças.
Ricos e mimados, Diana e Alan estavam determinados a fazer de tudo para dificultar o trabalho de Maya, eles não a queriam ali e faziam questão que ela soubesse disso, mas com o seu jeitinho doce ela achava que poderia conquistá-los.
Só não esperava conquistar o pai deles também...
Thiago Ribeiro, pai das crianças, também não esperava que uma simples babá fosse capaz de modificar tanta coisa em sua vida, mas quando a conheceu, ele soube que havia algo diferente assim que seus olhos cruzaram com os dela.


Resenha: Maya era uma mulher doce, e que encantava a todos com sua simpatia e luz interior. Trabalhava na ONG de seus melhores amigos dando aula para crianças, e tentava aos poucos retomar sua vida que quase fora interrompida.

 Pouco mais de um ano antes, ela sofreu um acidente de carro que ceifou a vida de seus pais e ficou gravemente ferida no hospital. Passou por inúmeros tratamentos e terapias, e apesar de estar bem fisicamente, ainda carregava marcas profundas daquele fatídico dia.

"Foi por isso que eu não quis saber de nada sobre o acidente dos meus pais. Eu tinha poucas e vagas lembranças, mas não queria que me contassem exatamente tudo o que aconteceu e quem havia sido o culpado."

 Até que para ajudar uma amiga, sua vó acaba indicando a neta para ser babá dos filhos de um homem chamado Thiago Ribeiro. Dono de uma marca de perfumes, ele mal tinha tempo de cuidar das crianças e elas espantavam todas as babás que apareciam. Mas ela acreditava que Maya acabaria amolecendo o coração das pestinhas e que aquela casa precisava dela. Meio receosa, acaba aceitando a oferta.

 O que ela não imaginava, é que seu chefe era extremamente bonito e atraente, o que tornava sua presença na casa quase insuportável. Maya não podia se envolver com ele, de jeito nenhum! Mas quando o coração falou mais alto, a babá começa a se apaixonar por Thiago e se apegas às crianças, que antes a detestavam. Mas existe algumas pendências no passado que os dois precisam resolver, e que pode ameaçar a relação deles.. 

"Eu precisava parar da fantasiar com o Sr. Ribeiro, pois com certeza estava interpretando mal todas as nossas últimas conversas."

 Mila Maia fez um bom trabalho durante a construção de sua narrativa. Há um revezamento nos capítulos e alguns são explorados pelo ponto de vista de Maya, e outros pelo ponto de vista de Thiago (ainda que esses sejam a minoria). O recurso aproxima mais o leitor dos protagonistas e traz mais identidade para história. Os demais personagens são bem construídos, e representatividade é o que não falta.

 Apesar da relação dela e Thiago ser um tanto instalove, acaba não sendo um problema, uma vez que o casal tem bastante química e o leitor torce por eles desde o início da narrativa. 

" - Eu quero ficar com você, se ainda me quiser ao seu lado, sou sua"

 Entretanto, um ponto importante a ser destacado é a respeito do clímax da história. Os leitores que gostam de um romance mais dramático, onde as questões dos personagens são mais aprofundadas e há inúmeros problemas no caminho, podem passar essa leitura. O suposto drama da narrativa (que envolve o passado de Maya e Thiago) é resolvido em poucas páginas, e acaba não trazendo peso nenhum para o desenrolar do livro. 

 Concluindo, A Babá dos Meus filhos é uma narrativa leve e fluída, mas que não é impactante em alguns aspectos e poderia ter sido mais explorada. Sendo assim, uma boa indicação para quem gosta de um romance mais água com açúcar, onde existem finais felizes e não há sofrimento para nenhuma das partes.

" "Ninguém é feliz sozinha, procure estar sempre ao lado daqueles que te amam!"
Eu finalmente estava ao lado deles."
 





32 comentários:

  1. Laura, eu amo quando uma história traz os dois pontos de vista! ♥ E eu adoro quando os autores dão aquela floreada no livro, mas não curto que demore séculos para desvendar as coisas e resolvê-las. Enfim, gosto de um romance dramático equilibrado hahaha. Dica anotada, acho que vou gostar da leitura! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Eu também gosto bastante desse recurso, e tenho notado que isso vem sendo utilizado com mais frequência nos livros.
      Eu sou exatamente assim haha. Eu gosto de um drama mas com certo equilíbrio! Senti falta disso na leitura. Espero que goste do livro :D

      Excluir
  2. Oi!
    Sendo uma rata da Amazon, o nome Mila Maia é familiar mas nunca li nada dela. Sou mais de assistir filmes água com açúcar do que ler livros do tipo, mas gostei da premissa do livro e já vou deixar nos desejados.

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovana! Já vi vários títulos dela por lá também haha.
      Eu também sou assim, senti falta de um pouquinho mais de drama na história. Mas espero que goste da leitura :D

      Excluir
  3. Oiii Laura

    Ah eu gosto de romances assim, sem dramas e sem choro, no momento são essas leituras que mais me satisfaz. Vou anotar a dica, não conhecia e gostei a premissa.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Ivy!
      Acho que é porque estou numa fase de ler livros mais dramáticos e pesados que não curti tanto :P
      Mas se você gosta, tenho certeza que vai amar essa história! É o tipo de leitura que não te faz passar nervoso haha.

      Excluir
  4. Oi, Laura como vai? Me parece ser um bom romance para se ler, embora não seja dramático. Que bom que você gostou. Sua resenha ficou ótima, parabéns. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano! É uma história bem levinha pra passar o tempo e apesar das ressalvas, é boa sim :D
      Que bom que gostou da resenha <3

      Excluir
  5. Oi Laura
    Li um conto da autora e gostei porque é o tipo de clichê que eu amo, mas eu acho que a escrita da Mila não é tão desenvolvida como eu gosto em outras obras, e por isso não fiquei com tanta vontade de conhecer outros livros. Mas como eu amo babá e histórias com esse tema, vou deixar esse livro como uma futura possibilidade.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Miriã!
      Eu percebi isso também. Achei que faltou um pouquinho mais de desenvolvimento, principalmente no drama central que ia dar uma maior profundidade na narrativa. Mas mesmo assim, é uma boa leitura :D
      Espero que goste do livro!

      Excluir
  6. Gosto de livros assim para passar o tempo, a premissa é interessante mesmo não tendo o impacto de um romance mais profundo. Dica anotada!!!

    Beijos
    http://www.leiapop.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna! Essa leitura é perfeita para isso! Você nem vê as páginas passarem haha :)

      Excluir
  7. Oi Laura, tudo bem?
    Tem um filme com uma trama muito parecida, não? Que a babá conquista as crianças e fica com o pai. De qualquer forma, parece uma leitura despretensiosa mesmo, pra ler quando queremos algo que relaxe a mente.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Priih!
      Eu não tinha parado pra pensar, mas acho que tem mesmo haha. É um tema bem clichê, pra falar a verdade :P
      Se eu tivesse que indicar um livro pra passar o tempo, seria exatamente esse!

      Excluir
  8. Oii Laura
    Não conhecia o livro mas parece ser uma história fluida e interessante.É exatamente o que estou procurando nessa quarentena. Já baixei no meu kindle e espero ler em breve.

    Beijos!
    http://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thayná! Fico feliz em saber que minha resenha te influenciou haha ;D
      Espero que goste da leitura, e não esquece de me contar o que achou!

      Excluir
  9. Olá Laura,

    Esse é mais um livro que eu fico conhecendo aqui, a sinopse me deixou curioso, apesar de não gostar da capa, mas pela sua resenha eu não sei se eu leria, acho que esperava que a história seria mais impactante. Ótima resenha.


    Bjs.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!
      Tem muitas pessoas que não gostam de modelos na capa, mas sabe que eu curto? Acho que facilita na visualização dos personagens, mesmo se o autor os descreve de outra forma haha
      É uma boa leitura, mas eu esperava mais da parte de dramatização. Que bom que gostou da resenha :D

      Excluir
  10. Eu amo um romance água com açucar então capaz que eu goste dese livro, adorei a sinopse e sua resenha.
    Beijos,
    Marcela Miranda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Marcela!
      Então você vai gostar bastante desse livro :D
      Que bom que gostou!

      Excluir
  11. Olá...
    Ás vezes o que a gente mais precisa é de um romance água com açucar, né? Adorei saber que essa obra é bem levinha, acho que deve ser uma ótima opção para se intercalar entre leituras mais densas.
    Fiquei com vontade de ler!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diane!
      É verdade, principalmente nesse momento tenso em que estamos vivendo, às vezes tudo de que precisamos é um livro beem clichê haha.
      Espero que goste da leitura :D

      Excluir
  12. Oii, já li tantos livros assim que no momento nem sinto vontade de os ler. Mas é claro, já é um clichê, e uma hora ou outra a gente sente falta haha Volta e meia eu tento achar um livro desse tema. Não fiquei muito contente por não aprofundar muito no drama, mas tirando isso parece ser bem legal, ainda mais que sou apaixonada por ler livros que tem crianças no meio. É tão fofo!
    Beijos ^-^
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Melissa!
      De vez em quando é bom dar uma variada, né? haha :D
      Isso foi o que eu mais senti falta durante a leitura! Se tivesse tido um pouquinho mais de desenvolvimento, eu teria gostado bem mais. E as crianças são um amor! Fiquei encantada com a Diana haha <3

      Excluir
  13. Oi
    eu gosto de histórias leves e rápidas de se ler, não sou muito chegada a instalove, mas dependendo a situação eu relevo se a história for muito envolvente. Gostei da dica.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise! Também não gosto muito de instalove, mas os dois tem bastante química juntos e tirando o problema do desenvolvimento, é uma leitura muito boa :)

      Excluir
  14. O lance das crianças me lembrou um pouco uns filmes a la Sessão da Tarde. E pelo visto, o romance desses dois também... Não sei se leria o livro nessa fase da vida, mas é realmente uma leitura levinha e despretensiosa para esse período de isolamento.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hanna! Esse livro é totalmente Sessão da Tarde haha, foi a melhor definição!
      Eu to numa fase de leituras mais pesadas também, mas foi uma boa experiência pra variar um pouquinho :)

      Excluir
  15. Olá, Laura.
    Eu gosto de romances água com açúcar hehe, por isso já me interessei. E gosto desse clichê de se apaixonar pela baba. Vou anotar aqui com certeza.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil!
      Haha então garanto que você vai gostar bastante desse! Se ele tivesse um pouquinho mais de desenvolvimento, minha nota teria sido maior :)

      Excluir
  16. Oi Laura.
    Eu gosto de romances assim. Acho que tem hora para todos os tipos de romances. Gosto daqueles mais pesados no drama, mas também gosto muito de um água com açúcar como é o caso. Já vou deixar a dica anotada e quando der vou conferir.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lia!
      Eu também prefiro os que tem mais drama na narrativa, mas um água com açúcar é sempre bem vindo haha :D Leia sim e depois me conta se gostou!

      Excluir

Oi! Primeiramente gostaria de agradecer a sua visita! Fico feliz em ver que quer deixar um comentário, sinta-se em casa!
Pode opinar à vontade e expor suas opiniões, só não vamos gerar brigas e discussões desnecessárias, ok?
Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa visitá-lo também, e se gostou do Estante Bibliográfica não esqueça de seguir! Ajuda muito na divulgação ♥
Um beijo e volte sempre!