Resenha: As Perfeccionistas - Sara Shepard


Título do livro: As Perfeccionistas
Autor(a): Sarah Shepard
Editora: Rocco Jovens Leitores
Número de páginas: 243
SinopseEm Beacon Heights, Washington, cinco garotas do último ano do ensino médio sabem que você não precisa ser bom para ser perfeito.

Mackenzie, um gênio da música, quer desesperadamente entrar na Julliard, mesmo se isso significar um dueto com o namorado da sua melhor amiga. A linda Ava não se orgulha de usar sua beleza para conseguir a nota máxima. A atlética Caitlyn está a um gol de uma bolsa de estudos de esporte – isso se ela conseguir dar um tempo no drama do seu relacionamento. A popular Julie tem tudo o que quer – literalmente, graças a sua mãe acumuladora – e vai fazer de tudo para manter o segredo da sua família. Parker, antiga it girl, está experimentando seu lado mais selvagem.

As cinco meninas acham que não têm nada em comum, até que descobrem que odeiam a mesma pessoa: o rico e convencido Nolan, que fez coisas terríveis com cada uma delas. Elas montam o plano de um assassinato perfeito – um assassinato hipotético, é claro. É tudo apenas um desejo... até que elas acordam um dia e descobrem que se tornou realidade. Nolan foi morto – exatamente do jeito que elas planejaram. Mas elas não fizeram isso. Então quem fez?
De repente, as meninas são as principais suspeitas do assassinato. E, a não ser que elas encontrem o verdadeiro assassino, suas vidas perfeitas vão começar a estilhaçar ao redor delas.


Resenha: Beacon Heights é uma cidade que beira à perfeição. Todos se importam com a aparência e em estar acima dos demais. O que se reflete com ainda mais força na unidade escolar Beacon Heights High.

 Mackenzie, Caitlin, Julie, Parker e Ava são garotas comuns do Ensino Médio. Entretanto, além de possuírem segredos que se escondem por trás de suas vidas perfeitas, todas possuem um inimigo em comum: Nolan Hotchkiss. Um playboy popular e arrogante, conhecido por praticar bullying contra os colegas indefesos e considerados inferiores à ele.

"Mas essa cidade-satélite de Seattle não tem nada de comum. Em Beacon não basta ser bom; é preciso ser o melhor."

 Cada uma tem seus motivos para odiá-lo. E durante uma aula de cinema onde o filme O Vingador Invisível foi exibido, as 5 garotas que até então mal se conheciam, se veem unidas por um objetivo em comum: se vingar de Nolan como o vingador invisível se vingou de suas vítimas.

 O que começou como uma 'simples' brincadeira acabou resultado na morte do garoto. O caso chocou a cidade e elas se viram numa teia de aranha. O objetivo era apenas expô-lo ao ridículo, mas alguém foi longe demais e está fazendo com que a culpa caia sobre elas.

"Mas o que cinco garotas não sabem é que o frio pode queimar tanto quanto o fogo.
E alguém vai sair queimado."

 Agora, além de tentarem lidar com os próprios problemas pessoais, as garotas se veem em uma investigação para encontrar o culpado e condená-lo. Mas em Beacon Heights nada é o que parece, e elas vão precisar cavar fundo para encontrar a verdade.

 Apesar de utilizar a mesma receita de PLL, devo dizer que fiquei muito surpresa com a narrativa. Já mencionei aqui no site o quanto gosto da escrita da autora, apesar de ter meus problemas com a enrolação dela. Mas, como esse livro é o primeiro de uma duologia, não pensei duas vezes ao mergulhar fundo nessa leitura densa e repleta de segredos.

"Todo mundo lutava por alguma coisa ou tentava chegar ao topo com unhas e dentes.. e para quê? [...]" 

 O livro é narrado em terceira pessoa e temos acesso aos pensamentos das garotas e um vislumbre de suas vidas pessoais. Julie tem uma mãe acumuladora e tentar esconder o fato para que não destrua sua popularidade. Parker era agredida pelo próprio pai, que foi preso, mas carrega as cicatrizes e marcas na alma e no rosto. Mackenzie é apaixonada pelo namorado da melhor amiga, que de amiga mesmo não tem é nada. Caitlin lida com a morte do irmão Taylor, que suicidou-se por conta do bullying que Nolan praticava contra ele. E Ava tem uma beleza estonteante, o que colaborou para o surgimento de boatos sobre suas notas altas, onde ela era responsável por seduzir os professores em troca de benefícios.

 Uma das coisas que mais gostei durante a leitura, foram as referências do livro E Não Sobrou Nenhum da célebre autora Agatha Christie (leia a resenha clicando aqui). Na história, um assassino desconhecido resolve reunir 10 pessoas responsáveis por homicídios e que não foram punidas pela leia, para sentenciá-las adequadamente com a morte. Foi essa a premissa que inspirou o filme Vingador Invisível, que por sua vez inspirou as garotas a punirem Nolan.

"O assassinato é justificável se a pessoa realmente, sinceramente, merecer?"

 O bullying é um tema fortíssimo na narrativa, e já tivemos um deslumbre dele em outros livros da Sara. Além disso, a autora aborda sobre assédio, homofobia, transtorno de acumulação compulsiva e violência doméstica. 

 O final foi impressionante e tenho a impressão de que Sarah utilizou um arenque vermelho durante a construção da narrativa (recurso também utilizado em E Não Sobrou Nenhum). Jogou um suspeito e distraiu a atenção do leitor até  a última página, para só então percebermos que o culpado estava na nossa frente o tempo todo. Mal posso esperar para descobrir o desfecho dessa história.





6 comentários:

  1. Laura, eu nunca assisti e li PLL... Mas sei por alto na hora lembrei da história e bom saber que mesmo usando essa receita, o livro surpreendeu! Fiquei muito curiosa para saber o que de fato aconteceu e adoro quando o autor sabe enganar o leitor direitinho e o final é meio que uma surpresa total hahaha. Estou querendo ler coisas mais leves agora, porém, já anotei essa dica para embarcar mais para frente. Ah!! E eu amei essa foto. Arrasou! ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Laura! Que bom que o livro lhe agradou, eu não li nenhum livro de essa autora, mas tenho curiosidade em ler. Sua resenha despertou meu interesse em ler este livro, aliás sua resenha ficou ótima. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Laura, gostei muito desse livro, da resenha que fez, são temas fortes que precisam ser abordados e o livro nos prende ao longo da história.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Laura.
    Eu já tinha visto o livro antes, mas ainda não sabia do que se tratava já que a sua é a primeira resenha que leio dele. Eu gostei bastante de PLL e não me importo quando um autor segue a mesma formula que deu certo antes. Assim que der vou ler ele porque fiquei muita interessada, ainda mais com essas referencias a AC.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oiii Laura, como vai

    Eu adoro os livros da Sara Shepard, ela é ótima nas descrições e permite que a gente conheça super bem cada protagonista, e os mistérios que ela cria são gostosos de acompanhar, sempre procuro ler livros dela. Essa dualogia eu li faz tempo, li em inglês e lembro que gostei bastante, me lembrou também bastante PLL, ela segue mesmo essa fórmula mas sempre acerta.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Que resenha interessante. Adorei a referência ao livro da Agatha, um dos meus favoritos dela. A temática também me chamou bastante atenção, principalmente pelos dramas sofridos por cada personagem.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Oba! Leu o post e quer comentar? Fico muito feliz em saber! Não se esqueça de deixar o link do seu blog e/ou site para que eu possa retribuir.
Comentários como "Amei seu blog, sdv?" serão ignorados! Leia o post e seja gentil ♥