Resenha: Anne de Green Gables - L.M. Montgomery

Título do livro: Anne de Green Gables

Autor(a): L.M. Montgomery

Editora: Autêntica

Número de páginas: 350

Está disponível no Kindle Unlimited? Não!

Sinopse: Se você gostou de Pollyanna, vai se apaixonar por Anne de Green Gables.

Quando os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert, de Green Gables, na Prince Edward Island, no Canadá, decidem adotar um órfão para ajudá-los nos trabalhos da fazenda, não estão preparados para o "erro" que mudará suas vidas: Anne Shirley, uma menina ruiva de 11 anos, acaba sendo enviada, por engano, pelo orfanato.

Apesar do acontecimento inesperado, a natureza expansiva, sempre de bem com a vida, a curiosidade, a imaginação peculiar e a tagarelice da menina conquistam rapidamente os relutantes pais adotivos. O espírito combativo e questionador de Anne logo atrai o interesse das pessoas do lugar – e muitos problemas também.

No entanto, Anne era uma espécie de Pollyanna, e sua capacidade de ver sempre o lado bonito e positivo de tudo, seu amor pela vida, pela natureza, pelos livros conquista a todos, e ela acaba sendo "adotada" também pela comunidade.

Publicada pela primeira vez em 1908, esta história deliciosa, que ilustra valores fundamentais como a ética, a solidariedade, a honestidade e a importância do trabalho e da amizade, teve numerosas edições, já tendo vendido mais de 50 milhões de cópias em todo o mundo. Foi traduzida para mais de 20 idiomas e adaptada para o teatro e o cinema.

Mais recentemente, inspirou também a série Anne com E, já com duas temporadas na Netflix.

 


 


Resenha: No condado de Prince Edward Island, uma ilha pequena, vivem dois irmãos que enfrentam a tranquilidade e os desafios da velhice. Marilla Cuthbert e Matthew Cuthbert são donos da propriedade conhecida como Green Gables, cercada por verdes colinas e afastada dos vizinhos enxeridos.

 

 Inspirados por conhecidos, eles decidem adotar um garoto na faixa etária dos 11 anos de idade para dividirem as tarefas diárias e poderem cuidar melhor da fazenda. A senhora Spencer se encarrega da tarefa, e Matthew fica apenas responsável por buscar o menino na estação ferroviária no dia marcado. 


"Nem sempre os sonhos se tornam realidade, não é? Não seria muito bom se fosse diferente?"


 Imagine a surpresa de Matthew, quando ele percebe que o último passageiro que se encontra na estação é uma garota ruiva, magricela e extremamente tagarela! Percebendo o engano e sem saber como agir, ele acaba levando a menina para casa. Mas mal sabia ele, que iria acabar gostando da companhia dessa criança singular, sonhadora, criativa e encantadora! E ele não seria o único...

 

 Demorei para iniciar a leitura desse livro, mas quando o fiz tive uma grata surpresa! Nosso narrador onisciente é o responsável por contar essa história e nos apresentar os personagens que participantes. Por meio de descrições detalhadas, conhecemos cada pedacinho da paisagem que compõe Green Gables e seus arredores, fazendo com que o leitor se sinta parte dela. 


 "Você é apenas Anne de Green Gables - falou, séria. - E eu te vejo exatamente como você é agora sempre que tento imaginar que é Lady Cordélia. Mas é um milhão de vezes melhor ser Anne de Green Gables do que ser Anne de nenhum lugar em especial, não é?"


 Nossa protagonista Anne é quem traz a leveza dessa história. Com o passar das páginas, vamos acompanhando seus dramas, suas aventuras, seus diálogos intermináveis e também seu crescimento. Seja na escola, em Green Gables ou com as amigas, ela sempre tem alguma reflexão a fazer ou uma história para contar. 

 

 Considerando a época em que fora escrito, o livro é bem avançado e traz questionamentos e discussões que são pertinentes até os dias atuais. Política, o papel da mulher na sociedade, casamento e religião, são alguns dos temas abordados de maneira sutil.

 

" [...] - Vou lhe contar o que eu faria, se realmente quisesse orar. Eu iria sozinha para onde tivesse um campo bem grande, ou um bosque bem denso, e olharia para o céu lá no alto... muito, muito, muito alto... olharia para o céu maravilhosamente azul, um azul que parece que não tem fim. E, então, eu só sentiria a prece... [...]"

 

 A linguagem simples permitiu a construção de uma narrativa doce e sensível que me fez rir, me fez chorar e me fez pensar em inúmeros momentos. Não posso deixar de citar a química entre Anne e Gilbert, a amizade entre ela e Diana e a cumplicidade dos irmãos Cuthbert.  


 Não foi um livro que devorei, mas li com serenidade e curti cada momento. Assim como Marilla, senti falta da Anne criança e gostaria muito de ter acompanhado mais dessa fase da menina. Mesmo assim, mal posso esperar para ver que surpresas e desafios o destino reserva para ela no futuro!


"Existem tantas Annes diferentes em mim... às vezes, acho que é por isso que causo tantos problemas. Se eu fosse apenas uma Anne, seria bem mais confortável; mas, por outro lado, seria muito, muito menos interessante."

 


 

 

 

8 comentários:

  1. Amiga não conhecia o livro mas adorei a resenha! <3

    www.pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Laura. Como vai? Que bom que o livro tenha lhe agradado. Me parece uma boa obra. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Não tenho muita vontade de conhecer esse e os outros livros que se trata da personagem, mas acho beeem legal que mesmo sendo antigo, o livro consegue trazer reflexões que ainda nos servem para os dias atuais. Amei sua resenha!
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Laura,
    Estou querendo ler o livro desde que a série foi lançada e essa edição da Gutenberg é a que mais me atrai! Mas ainda não tive a oportunidade, não sei se é algo que prenderia minha atenção no momento, confesso, só que mesmo assim está na minha lista de desejados! rs
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Anne já conquistou tantos leitores!! Ela me lembra um pouco o livro Poliana, não sei porquê. Esse livro está uma lindeza.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  6. Oi, Laura. Tudo bem?
    Já estava com saudades sua menina! Ainda bem que você voltou, adoro conferir suas dicas ;)
    E, é claro, seu layout ficou simplesmente LIIIIINDO... amei demais <3
    Sobre o livro, adorei conferir suas impressões e aumentou ainda mais a minha vontade de ler. Ultimamente ando recebendo muitas recomendações desse livro.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha. Eu ainda não li os livros, só a série e adoro a história no geral.
    A Anne é uma personagem muito especial e o bom é que nos livros vi contando até a vida adulta dela, já está na minha meta faz tempo.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!

    Linda resenha. Sempre vejo o livro e a série fazendo notícia nos blogs que sigo, mas até agora não juntei vontade para ler...rsrsrs. Mas parece ser uma história leve e divertida.

    Até!
    nsmoraes.com.br

    ResponderExcluir


Oba! Leu o post e quer comentar? Fico muito feliz em saber! Não se esqueça de deixar o link do seu blog e/ou site para que eu possa retribuir.
Comentários como "Amei seu blog, sdv?" serão ignorados! Leia o post e seja gentil ♥

Instagram: @estantebibliografica