Resenha: Alice no País das Maravilhas (Classic Edition) - Editora Darkside

Título do livro: Alice no País das Maravilhas (Classic Edition)
Autor(a): Lewis Caroll, com traduções de Marcia Heloisa e Leandro Durazzo
Número de páginas: 209
Editora: Darkside
Sinopse: Uma menina, um coelho e uma história capazes de fazer qualquer um de nós voltar a sonhar. Alice é despertada de um leve sono ao pé de uma árvore por um coelho peculiar. Uma criatura alva e falante com roupas engraçadas, que consulta seu relógio e reclama do próprio atraso. Curiosa como toda criança, Alice segue o animal até cair em um buraco sem fim que mudou para sempre a literatura infantil. Mais de 150 anos depois, Alice no País das Maravilhas continua repleto de ensinamentos para aqueles que ousaram seguir o Coelho Branco até sua toca.
 A DarkSide® Books deu a cartada que seus leitores tanto pediram. Alice no País das Maravilhas é uma obra tão grandiosa que não cabe em uma única edição. Agora, além de oferecer uma experiência peculiar com o visual único de cada uma das três novas edições, a editora apresenta um projeto gráfico interno completamente distinto para os diferentes leitores do clássico de Lewis Carroll.





* Para saber mais sobre essa edição lindíssima, confira a postagem que eu fiz mostrando detalhes e fotos clicando aqui *

Resenha: Alice no País das Maravilhas é uma história que encanta gerações. Tudo começou com um livro escrito por Lewis Caroll em 1865 e devido ao estrondoso sucesso, hoje a obra já possuí inúmeras versões, traduções e adaptações para o cinema. Além de ter uma atemporalidade única.

 Mas o que muita gente não sabe, é que a famosa menina que vai parar num país repleto de maravilhas, foi inspirada numa criança real que viveu em Londres no período vitoriano. A musa inspiradora de Lewis Caroll, que obviamente se chamava Alice, era muito amiga do escritor e passavam longos períodos juntos. O que gerou muitas polêmicas e especulações a respeito do caráter de Lewis, o que gera acaloradas discussões e teorias até os dias atuais (pontos abordados durante a leitura).

 "Alice! Aceite este conto de fadas

E com suas mãos de criança
Guarde-o onde sonhos da infância
Entrelaçam-se à mais doce lembrança
Como uma velha guirlanda de flores
Colhidas na terra da esperança."

 Nessa edição indíssima da Darkside, além de termos a história da Alice em mãos com uma nova tradução realizada por Marcia Heloisa, também somos expostos aos aspectos mais profundos que envolvem a obra e seu processo de criação. Descobrimos, por exemplo, quem foi Lewis Carrol, quais as relações que mantinha com Alice e sua família, e detalhes sobre a própria vida da menina, desde a infância até sua morte.

 Dividida em Introdução, A Tradução, Alice no País das Maravilhas, Phantasmagoria, Alice Liddel: Fotografias, Duplos Sentidos e Originais; a edição reúne inúmeras fotografias da menina e seus irmãos (algumas tiradas até mesmo pelo próprio Lewis), discussões interessantes sobre como era o período vitoriano e uma incrível preocupação em entregar ao leitor uma experiência aprofundada e única sobre o universo criado por Carroll (principalmente no aspecto visual).


" "Eu não devia ter chorado tanto! ", lamentou Alice enquanto nadava, tentando encontrar uma saída. "Aposto que serei punida por tanto choro agora, me afogando em minhas próprias lágrimas! Isso sim vai ser bizarro! Se bem que tudo está bizarro hoje." "

 Alice Liddel foi uma criança encantadora e uma mulher igualmente incrível. Cresceu como um personagem de contos de fadas, e em seus últimos dias de vida, chegou a revelar o quanto estava cansada de carregar esse título. Foi proibida de casar com o homem que amava por causa dele (uma triste, mas incrível história!), mas fez o possível para ter uma vida digna (mesmo que isso significasse vender o manuscrito original que lhe foi dado por Caroll, para pagar suas dívidas).

 A tradução de Marcia Heloisa para o clássico, ficou impecável. Manteve a originalidade da narrativa, e ao mesmo tempo deixou-a mais próxima do leitor. Também obteve-se acesso ao maior poema escrito por Caroll, Phantasmagoria, traduzido por Leandro Durazzo. Dividido em sete cantos, conta uma história divertidíssima sobre fantasmas e classes sociais, que será resenhado separadamente no #HalloweenBibliográfico (spoiler pra vocês!).

"... a Lagarta tirou o narguilé da boca e perguntou com voz lânguida e sonolenta: "Quem é você?".  Não era um início de conversa muito promissor. Alice, meio tímida, respondeu: "No momento não sei muito bem, senhor. Até sabia quem eu era quando acordei hoje cedo, mas acho que mudei várias vezes de lá para cá."

 Contou ainda com as ilustrações originais do John Tenniel e os manuscritos originais de Alice, na caligrafia do próprio Caroll. 

Inaugurando o novo selo Darkside Fábulas, o livro Alice no País das Maravilhas (Classic Edition) realmente mostrou para o que veio, e por ser uma edição que demonstra ter tanto capricho e cuidado, merece um lugarzinho na estante de todo leitor que (assim como eu) é incrivelmente apaixonado por essa história.

Classificação:









10 comentários:

  1. Oi, Laura tudo bem? Uau que resenha bem feita! Essa edição da Darkside está um luxo, lindíssima. Essa obra é um clássico, faz tempo em que eu a li, e quando o li não foi realizada em uma edição de capa dura tão belíssima como essa. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano! Estou bem e você?
      Fico feliz em ver que gostou :D A Darkside realmente caprichou e não deixou nada a desejar ♥ Também amo livros de capa dura haha

      Excluir
  2. Esse livro já está na minha lista e sua resenha está lindissima. Amo a história e pretendo ler em breve!!

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leyanne!
      Que bom que gostou da resenha ♥ A história é realmente incrível! Espero que consiga lê-la em breve.

      Excluir
  3. Oi Laura, tudo bem?Alice no pais das maravilhas é um clássico que todo mundo deveria ler, né? E essa edição parece super completa! Não vejo a hora de chegar a minha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi! Estou bem e você? :D
      Siim, eu super concordo! Não senti falta de nenhum detalhe nessa edição e estou cada dia mais apaixonada haha. Tenho certeza de que você vai amar também ♥

      Excluir
  4. Esse livro é um clássico, impossível não amar a história. Essa edição está linda demais! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oiii Laura

    Achei incrivel todos esses detalhes que o livro traz sobre a vida do Carroll e principalmente da Alice Lidell. Caramba, que triste a vida dela, nem imaginava que ela teve que vender o manuscrito original pra pagar dívidas, um personagem que é imortal como este, merecia ela na vida real ter vivido com muito mais dignidade. A edição d Darkside mais uma vez está lindissima.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Achei as capas desse livro lindas, mas ultimamente ando me decepcionando tanto com a Darkside que nem essas edições lindas me enchem os olhos
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito dos clássicos e acho maravilhoso essa nova versão e releituras que estão disponibilizando. Muito bom ter a oportunidade de rever os livros que fizeram parte da nossa infância voltar em outro formato e com cara nova.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir

Oi! Primeiramente gostaria de agradecer a sua visita! Fico feliz em ver que quer deixar um comentário, sinta-se em casa!
Pode opinar à vontade e expor suas opiniões, só não vamos gerar brigas e discussões desnecessárias, ok?
Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa visitá-lo também, e se gostou do Estante Bibliográfica não esqueça de seguir! Ajuda muito na divulgação ♥
Um beijo e volte sempre!