Resenha: Romance Concreto - Aimee Oliveira


Título do livro: Romance Concreto
Autor(a): Aimee Oliveira
Editora: Independente
Número de páginas: 342
Sinopse: O que um chiuaua não-adestrado, uma loja sendo demolida, o demolidor da loja em questão e Olivia Liveretti têm em comum?
Isso mesmo: nada.
Principalmente porque o tal demolidor se encontrava completamente coberto de cimento e grosserias.
Sendo assim, quando esses quatro elementos se reúnem, numa tarde nublada de segunda-feira, algo estranho acontece.
E continua acontecendo à medida que Olivia Liveretti passa a conhecer as razões pelas quais Jonas Caruso continua a demolir a sua querida loja de quinquilharias apesar de seus protestos.
A “Kinki quinquilharias e afins” nunca mais será a mesma.
E Olívia também não.

Resenha: Olivia Liveretti é uma famosa influenciadora digital, que conquistou o público das redes sociais por conta das fotos que tirava da Kinki Quiquilharias, uma loja de bugigangas de sua querida amiga Madame Adelaide. Os objetos de decoração que pegava emprestado, eram cuidadosamente dispostos em diferentes cenários e geravam milhares de likes.

 Mas, verdade seja dita, sua carreira já viu dias melhores. Acontece que um escândalo envolvendo-a, fez com que os números dos seus seguidores começassem a cair gradativamente, junto com os números de sua conta bancária.
 
"A maioria das coisas é assim. A vida é mais bonita quando a gente joga uns efeitos."

 Sua relação com os pais também não é nada boa, depois que Olívia saiu de casa e passou a morar sozinha. Com o excesso de tempo livre e sem nada para fazer, ela acabou adotando um cachorro chamando Django, na esperança de que a companhia dele a fizesse mais feliz e de quebra, a ajudasse na questão dos seguidores.

 E apesar do comportamento difícil do cãozinho, todos os dias ela passou a levá-lo para dar uma volta na rua do prédio. E é em um desses passeios matinais que sua vida desmorona. A Kinki Quinquilharias,  a mesma loja que teve uma importante significado na construção de sua vida digital, está sendo demolida! Olívia mal pode acreditar e resolve de uma vez por todas acabar impedir que isso aconteça.

"A visão da fachada destruída me fazia muito mal. Parecia uma metáfora da minha vida profissional. A queda no número de comentários, a fanbase em ruínas, a nuvem de elogios se dissipando e virando poeira...
Tudo muito triste."

 É nesse contexto que ela conhece Jonas, um dos funcionários da obra que de cara já conquista o humor terrível de Django, deixando-a ainda mais furiosa. Mas é graças a uma série de acontecimentos e reviravoltas, que Olívia percebe que a vida real pode ser muito melhor que a digital, mesmo não possuindo filtros e edições.

 A leitura de Romance Concreto foi muito divertida e fluída. De um lado temos Olívia, uma garota impulsiva, muitas vezes um tanto infantil e só liga para os seguidores e a popularidade digital. Do outro temos Jonas, um rapaz de um coração enorme, extremamente sensível e familiar. Duas pessoas de mundos distintos, mas que tem muuita química juntos.
 
"Era difícil acreditar que eu era a mais madura da relação.
Não que de fato existisse uma relação.
Isto é, nada além de amizade.
E abraços esquisitos, regados a borboletas no estômago.
Mas nada concreto."

 As questões das relações sociais com a internet foi outro ponto muito interessante durante a narrativa. A autora conseguiu expor de maneira esclarecedora, o quanto muitas vezes nos tornamos reféns de likes e seguidores. Além disso, o chamado 'cancelamento digital' cada vez mais crescente, pode afetar a vida de muitos num âmbito muito maior do que o virtual.

 Com um toque leve de humor ácido, o chick-lit brasileiro Romance Concreto se tornou uma ótima experiência literária! Que eu recomendo tanto para quem já é fã do gênero, como para quem quer uma leitura mais tranquila e romântica.
 
" "Perdão, mas eu só milito pela internet." O nome da página dele era Minhas causas, minha vida."





3 comentários:

  1. Amei a sua resenha, a base da história do livro é bem legal! Além disso, eu gosto muito quando o livro traz alguns pensamentos e questões sociais. Chick lit colocado com sucesso na minha lista de futuras leituras!!
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Laura,
    Eu ainda não li nada da Aimee, mas eu já tive boas recomendações dela, principalmente com "Invisível".
    Antigamente, chick-lits eram meu gênero favorito, talvez seja bom relembrar os meus tempos de adolescência.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Laura tudo bem? Eu nunca li nada desta autora, mas tenho curiosidade de conhecer sua escrita. O livro me parece excelente. Que bom que gostou de o ler. Sua resenha ficou ótima. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Oba! Leu o post e quer comentar? Fico muito feliz em saber! Não se esqueça de deixar o link do seu blog e/ou site para que eu possa retribuir.
Comentários como "Amei seu blog, sdv?" serão ignorados! Leia o post e seja gentil ♥