Resenha: O Natal de Poirot - Agatha Christie #NatalBibliográfico



Título do livro: O Natal de Poirot

Autor(a): Agatha Christie

Editora: L&PM

Número de páginas: 256

Está disponível no Kindle Unlimited? Não!

Sinopse:  Simeon, o patriarca dos Lee, resolve convidar todos os filhos para comemorar o Natal na luxuosa mansão da família. É hora de eles deixarem os ressentimentos de lado e visitarem o velho pai. Mas, aparentemente, as intenções de Simeon não são nobres. Ele quer se divertir às custas do ganancioso grupo de familiares. Tudo começa com algumas alterações em seu testamento, e termina com um assassinato em um quarto trancado por dentro. Quando Hercule Poirot oferece ajuda para solucionar o caso, encontra uma atmosfera que não é de luto, mas de suspeitas mútuas.

 

 

Resenha: Quando falamos no Natal, sempre pensamos em paz, alegria e harmonia. Afinal, é a data mais mágica do ano, certo? Não para Agatha Christie.


 Em O Natal de Poirot, acompanhamos nosso querido detetive em mais um crime hediondo. Uma mansão enorme, uma fortuna milionária em diamantes, um velho mesquinho, uma família em desarmonia e uma ceia de Natal. O que poderia dar errado?


"Nós, os Lee, somos assim. Lembramo-nos das coisas por anos, remoemos, mantemos a memória viva."


 Simeon Lee nunca foi um homem bem visto pela sociedade. Sempre fora conhecido por seu espírito de vingança, seu poder com as mulheres e sua fortuna em diamantes que conquistara na África do Sul durante a juventude.


 Pai de três filhos legítimos, nunca foi muito fã de tradições e nunca se importou o suficiente com sua família para comemorá-las. Por isso, seu convite para que todos passassem o Natal juntos causou estranhamento e desconfiança. 


"Se quiser saber minha opinião, acho que teremos um Natal feliz.

Tressilian disse bruscamente:

- O que quer dizer com isso?

- Espere e verá, sr. Tressilian.

Hoje é véspera de Natal, e o espírito natalino está por toda parte... será mesmo?"


 Logo, a mansão estava cheia de filhos rancorosos e esposas desconfiadas. A aparição de uma neta até então desconhecida e o filho de um antigo amigo e sócio de Simeon, contribuíram para que um clima pesado pairasse no ar. 

 

 Após um desentendimento familiar, Simeon é encontrado em seu quarto com a garganta cortada. Os diamantes que ficavam guardados  no cofre estão desaparecidos e a cena do crime uma bagunça. Todos ali tinham motivos para se vingar do velho, mas quem teria coragem de fazer algo do tipo em plena véspera de Natal? Cabe ao detetive Poirot desvendar esse mistério.


"No meio do tapete da lareira, em frente às chamas altas, jazia Simeon Lee em uma grande poça de sangue... Havia sangue respingado por toda parte. O lugar lembrava um matadouro."


 Cada vez mais eu fico impressionada em como a Agatha brinca com seus leitores! Me senti uma verdadeira marionete nas mãos da autora, acompanhando um jogo de pingue-pongue e trocando de suspeitos a cada minuto. Tudo isso para no fim, minhas teorias serem destruídas.


 A mansão como pano de fundo torna tudo ainda mais sombrio e misterioso, e Hercule Poirot provou sua inteligência. Foi a primeira história que li do detetive, e admirei a forma como ele conduziu o caso. A gente acha que ele não está se importando muito, mas ele acaba soltando algumas teorias em certos momentos e vem com a solução pronta numa forma de gran finale.


"Pessoas que não se sentem amigáveis aplicam grande pressão sobre si mesmas para parecerem amigáveis! Na época do Natal há muita hipocrisia, uma hipocrisia honrada, uma hipocrisia praticada pour le bon motif, c'est entendu, mas mesmo assim hipocrisia!"


  Ler uma história com um Natal nada convencional e um crime aparentemente sem solução foi uma boa pedida, e indicaria para todos. Uma vez que a leitura te prende do início ao fim, e é impossível não se envolver sem se sentir parte do mistério.



12 comentários:

  1. Agatha Christie, uma das minhas autoras preferidas. Como alguém disse: "depois de Lucrécia Borgia, nenhuma mulher lucrou tanto com o crime".
    Poirot é talvez a personagem mais conhecida da escritora, tem uma personalidade completa: adora usar a "celulazinhas cinzentas" e detesta que o confundam com um francês.

    Coisas de Feltro




    ResponderExcluir
  2. Oi, Laura. Como vai? Eu não li este livro de Ágatha, contudo já me interessei por lê-lo, pois gosto bastante dos livros escritos por ela. Que bom que curtiu a leitura. Muito boa sua resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá querida! Já tive oportunidade de lê-lo e na altura consegui descobrir quem era o assassino antes do poirot hehe senti - me uma verdadeira detective <3

    www.pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Laura,
    Eu só li um livro da Agatha até hoje e não foi uma leitura muito animadora, confesso.
    Demorei bastante para ler e não foi algo que me prendeu, PORÉM, quero dar mais uma chance a autora. A Sil do Prefácio me passou uma lista dos que ela considera melhores, então vou arriscar mais uma vez!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ei, Laura, tudo jóia? Eu comprei um livro da Agatha na Black Friday e pretendo ler ele em breve, vai ser o primeiro livro da autora e tô bastante animada. Eu super me interessei por esse livro que você resenhou, eu vou ler o que eu comprei e depois vou dar uma conferida nesse, beijo!


    Books House

    ResponderExcluir
  6. Eu acho incrível que, para a rainha do crime, até as mais simples coisas são motivos para um mistério banhado em sangue... rs E fica um livro maravilhoso! kkk Eu já nem tento mais bolar teorias, porque sei que serei feita de trouxa total depois... Esse livro não li ainda, mas pretendo. Amei sua escolha para o Natal... =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  7. Acredita que nunca li nada da Agatha Cristie? Achei esse livro interessante e já vou procurar para ler.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  8. Tenho esse livro de um box que ganhei de presente há muito tempo e nunca li, acredita?
    Quem sabe não vira minha leitura de natal?

    Boas leituras,
    Apesar do Caos

    ResponderExcluir
  9. Oi, nunca li nada da autora, mas fiquei bastante interessada nessa obra.
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu sou mestre em criar teorias, mas nem sempre acerto! E mudo muito de suspeitos hahaha! E esse da Agatha eu não conhecia. Uma história de Natal bem diferente mesmo, mas que infelizmente em algumas famílias parece que a hipocrisia reina mesmo. Não chega a ter assassinato e tal, mas enfim. Deu para entender hehehe. Por enquanto, tô querendo ler contos/livros mais leves e tal. E a autora tá na minha listinha para eu ler ano que vem! Enfim, adorei a resenha. :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  11. Gostei da leitura ter um clima de Natal e ainda envolver algo cheio de mistério e investigação. Agatha não decepciona e espero ler a obra.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  12. Olá Laura,
    Ler sua resenha me deu saudade dos livros da Agatha. Ainda não li esse mas já adorei e quero ser feita de marionete, como você haha

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir


Oba! Leu o post e quer comentar? Fico muito feliz em saber! Não se esqueça de deixar o link do seu blog e/ou site para que eu possa retribuir.
Comentários como "Amei seu blog, sdv?" serão ignorados! Leia o post e seja gentil ♥

Instagram: @estantebibliografica