Resenha: Um Conto de Natal - Charles Dickens #FimDeAnoBibliográfico


Título do livro: Um Conto de Natal 

Autor(a): Charles Dickens 

Editora: L&PM

Número de páginas: 144

Está disponível no Kindle Unlimited? Sim!

Sinopse: Um Conto de Natal' traz a figura de Scrooge, um rabugento homem de negócios de Londres, sovina e solitário, que não demonstra um pingo de bons sentimentos e compaixão para com os outros. Não deixa que ninguém rompa sua carapaça e preocupa-se apenas com seus lucros. No frio natalino, ele é visitado pelo fantasma de Marley, seu sócio, morto há algum tempo.




Resenha: "Um Conto de Natal", mesmo após 178 anos de sua publicação, mostra sua atemporalidade ao evidenciar a ganância do ser humano e as consequências que ela acarreta. Pode ser clichê, mas o dinheiro não traz felicidade e não é tudo na vida!


 Ebenezer Scrooge, conhecido apenas como Scrooge, é um velho homem de negócios rico, miserável, sovina, arrogante e egoísta que vive na cidade de Londres na Era Vitoriana. Não demonstra um pingo de compaixão ao cobrar quem lhe deve, não está nem aí para as causas sociais e acha que o Natal é uma grande bobagem.


"Onde ia, levava consigo sua frieza, que gelava o escritório nos dias mais quentes do ano e não degelava nem um grau no Natal."


 Nem mesmo as súplicas do seu sobrinho, que é a única família que tem, puderam convencê-lo do contrário. Mas o que seria apenas mais uma Véspera de Natal solitária e fria, se transforma em uma grande lição de vida quando seu antigo sócio Marley, que morreu há sete anos atrás, resolve lhe fazer uma visita.


 Em forma de fantasma, Marley avisa que três espíritos visitarão Scrooge durante três noites seguidas, e que ele não deve desprezar o que seus visitantes irão dizer. Tudo indica que após esse encontro, a vida e os Natais de Scrooge não serão mais os mesmos...


"Por mim - continuou Scrooge, indignado -, cada idiota que saísse por aí desejando Feliz Natal deveria ser fervido, misturado junto com seu bolo de Natal e enterrado com um galho de pinheirinho no coração, isso sim!"


  Charles Dickens escreveu "Um Conto de Natal" como forma de crítica à sociedade da Era Vitoriana e ao Capitalismo, que por um lado era benéfico para a economia, mas por outro, aumentava ainda mais as desigualdades sociais existentes. 


 A renovação de Scrooge fez tanto sucesso, que existem milhares de adaptações literárias e cinematográficas por aí, que transmitem a essência da história de variadas formas. Mas apesar de já conhecer o enredo da narrativa, fui imensamente surpreendida durante a leitura. 


"Em resumo, eu teria gostado muito de ter a espontaneidade de uma criança e ao mesmo tempo ser adulto para saber o valor daquilo tudo."


  Imaginei que seria uma narrativa leve, mas o autor não poupou o leitor dos detalhes. Se eu fiquei com medo dos espíritos, imagina o que Scrooge deve ter sentido? É uma leitura que te marca, te ensina e te dá vários tapas ao mesmo tempo. Me emocionei em vários momentos! O autor também trouxe um toque religioso, o que achei interessante já que o Natal é uma comemoração do calendário Cristão. 


 O Scrooge é o vilão Natalino mais cruel que existe, e realmente mereceu passar por tudo que passou. O dinheiro tomou o lugar do amor e compaixão em seu coração, mas apesar de tanta riqueza, ele não era visto como um homem digno e querido. O que o autor quis passar nas entrelinhas, é que vale muito mais quem você é do que o que você tem. 


" [...] Ricos; nos albergues, hospitais e prisões - em cada lugar onde havia sofrimento, onde a mesquinha autoridade dos homens não tinha batido a porta na cara do Espírito de Natal, ele deixou sua benção, ao mesmo tempo ensinando a Scrooge a sua lição."

 

 É uma obra atual, importante e necessária! É o tipo de livro que todo mundo deveria ler pelo menos uma vez na vida, e apreciá-lo da maneira devida. Uma história curta em páginas, mas gigante em conteúdo e que com certeza vai permanecer comigo por muito tempo!


"Muita gente riu da sua mudança, mas ele deixou que rissem, pois tornara-se sábio o bastante para entender que nunca algo de bom acontece nesse mundo sem que alguém encontre nisso motivo de riso e zombaria."



10 comentários:

  1. Amei a resenha. Um conto de natal é um clássico incrível e que nos faz olhar de uma outra forma para o mundo.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Laura.
    Amei sua foto. Eu li esse conto no final do ano passado e amei. Terminei a história em lágrimas. Acredito que a mensagem que ele passa é fundamental e precisamos ler de vez em quando para lembrar o que importa de verdade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Gente, esse conto é tudo! Estou bem atrasada com as leituras natalinas, mas a resenha me inspirou. Vou procurar alguma coisa diferente. Algo escrito esse ano.
    Linda a resenha!

    ResponderExcluir
  4. Oi Laura, tudo bem?
    Tenho muuuita vontade de ler esse conto desde pequena. Sabe como entrei em contato pela primeira vez? Com uma HQ especial do Tio Patinhas hahaha! Ele era o protagonista avarento, é claro.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi Laura,

    Eu ainda não li esse conto, mas as pessoas falam tão bem dele e das mensagens que o autor passa que fiquei bem curiosa. Se der tempo ainda leio esse mês.

    Bjs
    https://diariodoslivrosblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu tenho muita vontade de ler esta obra, mas até hoje não tive oportunidade. Eu, na verdade, preciso conhecer alguma obra deste autor. Dica anotada. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oie Laura!

    Eu amo esse livro! Tenho essa edição vermelha e mais uma da Penguin que reli ano passado, ta chegando a hora de reler ele, é sempre bom, né? E apesar de ser critica pra epoca vitoriana, ainda é muito atual!!!!!

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu sempre leio excelentes comentários sobre esse conto do Dickens e, é claro, morro de vontade de ler... ainda mais agora depois de conferir essa linda resenha.
    Infelizmente esse ano não consegui ler nenhum livro de Natal.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Sua resenha ficou ótima! Chega nesse período eu sempre vejo resenhas desse livro e sempre prometo ler, o que ainda não aconteceu. Mas vai! haha

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  10. Esse realmente é um clássico emocionante. Eu nunca li, mas conheço apenas pelas adaptações, que são muitas, aliás. Eu tenho vontade de ler o livro um dia. Que bom que te foi uma ótima experiência, ele é mesmo um livro atemporal, que mostra que, não importa a época em que vivemos, sempre acabamos nos rendendo aos mesmos ensinamentos.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir


Oba! Leu o post e quer comentar? Fico muito feliz em saber! Não se esqueça de deixar o link do seu blog e/ou site para que eu possa retribuir.
Comentários como "Amei seu blog, sdv?" serão ignorados! Leia o post e seja gentil ♥

Instagram: @estantebibliografica